segunda-feira, 20 de abril de 2015

A narrativa no campo terapêutico (Dra. Renata Bomfim)



Trabalhar com narrativas no campo terapêutico pressupõe a possibilidade de fazer valer a dimensão da autoria e da autonomia. A narrativa é um caminho para o conhecimento de si e do mundo, tendo como mediadora privilegiada a cultura. Um texto é capaz de abarcar múltiplas vozes, tornando-se assim uma estratégia de combate aos discursos autoritários e sectários. A vinculação das práticas de leitura no âmbito terapêutico, objetiva a sensibilização do olhar para a diversidade/multiplicidade existente no mundo, propiciando o exercício da cidadania e da solidariedade.
Não devemos perder de vista que na lógica cartesiana/linear aplicada a saúde, tomemos como exemplo a lógica manicomial, o uso da palavra é negado, esse olhar institucionalizou a proibição do ir e vir, e a violação de variados direitos sociais e políticos. Dessa maneira, a Roda de leitura Reflexiva oportuniza as pessoas que estão se recuperando em CTs, um espaço para reflexão sobre si mesmo e sobre o estar no mundo, bem como, sobre as mudanças positivas que podem acontecer na vida, a partir do momento no qual se implica no tratamento. 
Roda de Leitura Reflexiva abarca atividades como:
·         A leitura de variados textos,
·         A reflexão crítica;
·         A leitura de imagens e sons;
·         A narrativa e a construção de histórias;
·         A estruturação de bibliotecas nas comunidades
·         A realização de atividades como sarais.

Essa atividade lúdica terapêutica abarca, também, variadas possibilidades de inserção, independente da escolaridade, nível social, credo, ideologia, nacionalidade, orientação sexual, défice cognitivo, etc., dos seus participantes, ela:
·         Abre espaço para a fala espontânea,
·         Ajuda a desenvolver a escuta reflexiva e o senso crítico;
·         Privilegia o uso da imaginação como forma de criação;
·         Potencializa o desenvolvimento de habilidades cognitivas essenciais para o aprendizado como a memória, atenção, o pensamento, a percepção, e a imaginação;
·         Facilita a transmissão da cultura;
·         Desperta a curiosidade, a interatividade e a cooperação.
·         Favorece o gosto pela leitura e pela escrita de histórias (inclusive da própria história),
·         Promove a participação ativa e reflexiva do indivíduo no grupo.

Entre outros objetivos, a Roda de Leitura Reflexiva possibilita a realização de intervenções literárias como os varais de poesia, com textos que podem ser exibidos nos encontros familiares e em outros eventos da CT, a realização de recitais poéticos, podendo, inclusive, culminar em variadas publicações, desde que acordado entre as partes envolvidas. 
Essas ações foram desenvolvidas buscando suprir a deficiência que observei durante o período no qual desenvolvi trabalhos nas CTs. 
A partir da expressão artística e da criatividade, as relações interpessoais são potencializadas. Esse projeto envolveu, também, a estruturação de uma biblioteca nas CTs, e outros projetos como o convite para que escritores ministrem palestras, minicursos, deem depoimentos, realizem oficinas variadas. Dessa maneira, as atividades literárias se associam outras como o teatro, o desenho/pintura, a música, etc.
É fundamental que os textos da Roda de leitura Reflexiva (livros, histórias, poesias, contos, etc.) transmitam aos seus participantes um sentimento de respeito e dignidade pela pessoa de acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, e para além, o respeito se estenda para todas as formas de vida, fortalecendo valores como a justiça, a paz, a solidariedade, a igualdades.
Materiais como fotografias, revistas, jornais, entre outras, podem ser utilizados nas “Rodas”, e  explorados nos variados gêneros literários: poesia, conto, romance, novela e crônica. Chamamos a atenção para a importância de que esta atividade tenha  uma pessoa da equipe técnica da comunidade como facilitadora, pois, questões importantes surgidas durante a “Roda” sejam acolhidas e devolvidas enquanto intervenção terapêutica. Ressaltamos, também, que a mesma deve acontecer em clima de amistosidade e respeito. Nas Rodas de Leitura Reflexiva a fala do participante é opcional. 
Renata Bomfim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oficina de escrita criativa (Vitória/ES)

Entrar em contato pelo e-mail:  renatabomfim2006@gmail.com